Odontologia Veterinária

Médico veterinário X Periodontite
Você está fazendo a sua parte?

O papel do médico veterinário na prevenção e controle da doença periodontal.


Inúmeros trabalhos demonstram que a doença periodontal é a principal afecção oral dos cães e gatos adultos.  Além de apresentar alta prevalência, a doença está relacionada com diminuição da qualidade e expectativa de vida dos animais de estimação. Então esse assunto deve receber atenção de todo médico veterinário de pequenos animais!

O processo é decorrente da organização da placa bacteriana sobre os dentes, com posterior mineralização da mesma, e envolvimento dos tecidos periodontais que são lesados com a evolução do processo. Além disso, pode haver entrada de bactérias e toxinas na corrente sangüínea com um efeito potencialmente deletério em órgãos internos.

Como resultado os animais sofrem com desconforto, halitose, mobilidade e perda dental, dor e bacteremia.

Entendendo as causas e conseqüências desta doença constatamos que o médico veterinário tem papel fundamental na prevenção e controle da mesma.


Quando falamos em prevenção lembramos da importância de informar aos tutores do animal ainda jovem sobre a necessidade de escovação dental. Essa é sem dúvida a melhor ação preventiva quando mencionamos a doença periodontal.

A indústria disponibiliza produtos que auxiliam nos cuidados de higiene oral em casa. Exemplo disto são as pastas e aparas de couro que recebem em sua composição o complexo enzimático tiocianato (este tem por função reduzir a capacidade de aderência das bactérias à superfície dental). Outros incluem complexos vegetais que intensificam a abrasividade do creme sobre os dentes, além de ter função de entreter o animal durante o ato da escovação, já que são apresentados com sabores variados de carne, frango, tuti-fruti entre outros.


Além disso, devemos mencionar as vantagens do alimento industrializado seco e crocante, com formato, tamanho e textura direcionados à remoção e ao controle mecânico da placa bacteriana. Além destas características, algumas indústrias agregam aos seus produtos agentes que favorecem o controle químico da placa bacteriana, como os polifosfatos (substâncias adicionadas à ração dos animais e que possuem a propriedade de quelar íons de cálcio presentes no fluxo salivar, um dos responsáveis pela formação do cálculo dental).


De forma complementar, ossinhos e brinquedos de couro, bolas de borracha, mordedores sintéticos e snacks são adjuvantes para a higiene oral dos  cães e gatos.


Mas, e se o processo já estiver instalado? Caso já tenha ocorrido calcificação da placa e formação de cálculos, o único tratamento é a raspagem e o polimento dos dentes, com o animal sob anestesia geral. A partir desta intervenção, o tutor deverá receber todas as orientações sobre ações preventivas citadas anteriormente.


Todos os fatores apresentados são importantes para a manutenção da saúde oral dos animais. O médico veterinário dispõe atualmente de uma grande quantidade de produtos de boa qualidade no mercado e que desempenham um papel de adjuvantes no processo. A literatura científica, porém, é unânime ao afirmar que somente a escovação adequada e diária dos dentes pode manter os animais livres da placa bacteriana e da doença periodontal.


Negligenciar o exame da cavidade oral é ser negligente com a saúde de nossos pacientes, pois saúde oral e qualidade de vida andam juntos.

E você caro colega, está fazendo a sua parte?


Maria Izabel Ribas Valduga,  MV. Esp. Me
Proprietária e Diretora Clínica do Odontocão 
Vice-presidente da Associação Brasileira de Odontologia Veterinária - ABOV
Patronese da área Odontologia Veterinária  na Associação Brasileira de Veterinários Especialistas - ABVET
Professora de Odontologia Veterinária do Instituto Qualittas